Pub The Streets

    Compartilhe
    avatar
    Aria Montgomery
    Rank Aria
    Rank Aria

    Mensagens : 262
    Data de inscrição : 26/01/2012

    Ficha do personagem
    Itens Comprados no Shopping:
    Dinheiro:

    Pub The Streets

    Mensagem por Aria Montgomery em Qui Jan 03, 2013 7:01 pm



    ● ● ● ● ● ● ● ● ● ● ●


    aria montgomery
    admin -- tramp -- love mah bitches xx
    avatar
    Henry Bennet
    Esportistas
    Esportistas

    Mensagens : 24
    Data de inscrição : 03/09/2012

    Ficha do personagem
    Itens Comprados no Shopping:
    Dinheiro:

    Re: Pub The Streets

    Mensagem por Henry Bennet em Qua Jan 23, 2013 10:43 pm

    mal caminho?

    Estaciono o meu carro um pouco longe da entrada do Pub, não tinha mais muitas vagas perto e tinha certeza que em breve Josh chegaria com Nicholas, o garoto nerd que tem muito potencial para andar com o nosso trio, que agora virou um quarteto. Leon estava viajando, então, sem chances de ele aparecer por aqui.
    Kath andava meio sumida, isso estava me preocupando um pouco já que nem sms's ela estava me mandando, respiro fundo e saio do carro, checo meu celular e nada, ela deveria estar bem, deve estar se divertindo, precisava me divertir também.
    Caminhando até a entrada do local, arrumo meu cabelo e entro no Pub a música ao vivo já estava tocando, por enquanto nada muito animado, parecia mais música de elevador, não era lá aquelas coisas mas dava pra fazer o que eu e Josh precisávamos fazer.
    thanks,
    Baby Doll ♥

    avatar
    Joshua N. Mason
    Rosewood Sharks
    Rosewood Sharks

    Mensagens : 91
    Data de inscrição : 11/06/2012
    Idade : 22
    Localização : Numa mesa de bar qn

    Re: Pub The Streets

    Mensagem por Joshua N. Mason em Qua Jan 23, 2013 11:25 pm

    You don't know what it's like to be like me
    Estava usando apenas jeans enquanto procurava alguma blusa limpa no guarda-roupa. Realmente, o que minha mãe disse de "depois de voltar de uma festa, coloque as roupas pra lavar" era verdade. Na gaveta de baixo encontrei uma camisa cinza e leve, não fazia muito calor, então seria essa mesmo. Por cima, coloquei minha jaqueta de couro e espirrei um pouco de perfume porque sim. Peguei a chave do meu Maserati e abri a porta do quarto, mas algo me deteve. Lembrei que meu celular andava perdido, e não gostava nada disso.

    Procurei no fundo da "gaveta que não deve ser tocada" e achei a porcaria do iPhone lá, que por descuido eu havia deixado no modo silencioso. Cliquei no botão e haviam várias ligações perdidas, porém só uma mensagem, e de algum desconhecido.

    "Eu ainda sei o que vocês fizeram no verão passado.
    xoxo -A"

    Tentei responder "Pode parar com a gayzice." mas o número estava bloqueado para receber mensagem. Afinal, quem se importa com o que eu fiz no verão passado? Por Deus, não lembro nem o que jantei ontem. Enfiei o celular no bolso e fui para a garagem. Entrei no carro, ligando a chave na ignição e fui para o pub, onde tinha marcado com os caras.

    ...

    Estacionei do outro lado da calçada e pulei do carro. Acionei o alarme do carro e entrei no bar, uma música chata estava tocando. As coisas precisavam ficar mais agitadas por ali.

    De longe vi o cabeção de Henry. Ele estava sentado encarando o balcão de bebidas, deslizei para o banco do lado dele. Tomei o encarte de bebidas de suas mãos.

    - Tem alguma ideia do que vá pedir? - Perguntei. - E cadê o nerd?
    THANKS TO JEESS FROM ETVDF

    avatar
    Nicholas J. Kennedy
    Nerds
    Nerds

    Mensagens : 11
    Data de inscrição : 03/01/2013

    Re: Pub The Streets

    Mensagem por Nicholas J. Kennedy em Qui Jan 24, 2013 12:17 am

    S.O.S
    Não acho que eu deveria ter dado um voto de confiança à "Joshua&Cia" assim, tão facilmente. Tudo bem que, tirando as ofensas, os palavrões, o comportamento, a péssima educação e os vícios, eles parecem ser ótimas pessoas; contudo ainda não consegui deixar de suspeitar das verdadeiras intenções desse grupo. Vai saber o que se esconde por trás de mentes que aparentam ser tão malignas... Pensar em coisas como essas me faziam parar de caminhar no meio da rua, balançar os ombros, tensos, e me perguntar se estava mesmo com vontade de ir ao Pub. – Tudo bem, Nicholas. O jogo está no pause e você poderá continuar exatamente de onde parou... – Disse a mim mesmo, suspirando alto e enfiando as mãos nos bolsos, ao mesmo tempo em que voltava a caminhar, dessa vez com mais pressa. O estrago já estava feito, então nada mais responsável do que arcar com as conseqüências de não conseguir recusar as propostas inocentes da vida, ou das pessoas que de inocente não têm nada. Enfim, eu poderia pelo menos ter pedido o carro do meu pai emprestado...

    Cheguei ao local combinado e dei uma boa olhada na aparência externa... Não parecia ser um local de tráfico de drogas ou algo parecido. Ótimo. Alguns segundos depois, quando me senti seguro o suficiente para entrar, a música que tocava penetrou em meus ouvidos, enquanto eu era engolido por um clima até simpático. Balancei a cabeça no ritmo na música e fui até Joshua e Henry... Apenas Joshua e Henry. – Nunca pensei que estaria vivo para ver os três mosqueteiros separados... – Pensei em voz alta, tentando soar o mais baixo possível quando me referi a falta de Thomas. Estiquei um pouco os lábios, ainda sentindo que eles poderiam mudar de ideia e me espancar ali mesmo, e sentei no banco ao lado de Henry, já que ele tinha menos cara de delinquente que o Joshua. Só dizendo...

    JESS ♥ OOPS!
    avatar
    Joshua N. Mason
    Rosewood Sharks
    Rosewood Sharks

    Mensagens : 91
    Data de inscrição : 11/06/2012
    Idade : 22
    Localização : Numa mesa de bar qn

    Re: Pub The Streets

    Mensagem por Joshua N. Mason em Qui Fev 14, 2013 9:09 pm

    You don't know what it's like to be like me
    Por um minuto tentei me controlar para perguntar aonde estavam as strippers. Quero dizer, quando você vai em uma casa de bebidas e não vê nenhuma... ahn, dançarina? Se bem que nós estávamos em apenas um pub, e não em um... Você sabe o quê.

    - Nunca pensei que estaria vivo para ver os três mosqueteiros separados... - Ouvi a voz do nerd, vulgo Nicholas já que a psicóloga da escola disse que eu não podia apelidar os outros (ela nem sabe que eu só ia lá porque ela era gostosa). Me virei para olhar o guri, e tive que soltar uma risadinha quando vi ele se afastando de mim. Como se Henry não fosse muito pior. E qual é, eu não mordo.

    Pelo menos, não homens. Isso seria gay.

    - Pois é, pois é... - Murmurei, batucando o balcão de bebidas, em resposta à reflexão de Nicholas. - Leon resolveu vadiar por aí. Por isso que eu sempre digo que, com a quantidade de faltas que ele tem, ele deve passar de ano subornando o diretor.

    Chamei a garçonete que parecia animada com a ideia de carne nova e jovem no pedaço (será que aqui só os velhos bebem?). Ela só faltou nos comer com os olhos segurando sua badeja de bebidas. Olhei de canto, talvez apenas para provocá-lo, e vi que Nicholas ficou assustado com a situação, aparentemente nova. Revirei os olhos.

    - Então tia, eu quero um Hi-fi pra iniciar. - Me referi a uma das minhas bebidas favoritas, de vodka com suco de laranja. Era até meio light. - Os outros dois caras aí decidem o que pedir.
    THANKS TO JEESS FROM ETVDF

    avatar
    Henry Bennet
    Esportistas
    Esportistas

    Mensagens : 24
    Data de inscrição : 03/09/2012

    Ficha do personagem
    Itens Comprados no Shopping:
    Dinheiro:

    Re: Pub The Streets

    Mensagem por Henry Bennet em Seg Mar 11, 2013 2:38 pm

    mal caminho?

    Senti o encarte de bebidas desaparecer de minhas mãos e bufei, irritado. Não era como se eu realmente o estivesse estudando para decidir o que ia escolher - muito pelo contrário, eu sabia perfeitamente o que ia pedir -, mas era difícil não se irritar com Joshua. Essa era a verdade, talvez por causa do seu modo de ser, talvez pelo de agir, mas sentir uma certa irritação por ele era até normal. A sua sorte era que pra mim, como um de seus melhores amigos, o sentimento era temporário – ou não.
    - Tem alguma ideia do que vá pedir? E cadê o nerd?
    Dei de ombros , olhando por sobre o ombro em busca de Nicholas.
    - Tenho algumas coisas em mente. – Respondi. – E ali vem ele.
    Observei a figura do loiro adentrando o bar, meio receoso. Reprimi uma risada vendo o modo que ele olhava para os lados esperando que algum desastre acontecesse. Bem, se ele fosse realmente começar a andar com a gente, tínhamos que dar um jeito nele.
    Me virei pra frente novamente, encarando a balconista e algumas das bebidas expostas no fundo do balcão, esperando a aproximação de Nicholas.
    – Nunca pensei que estaria vivo para ver os três mosqueteiros separados...
    Suas palavras chegaram aos meus ouvidos com um misto de descrença e ironia. Me perguntei se ele realmente queria que escutássemos aquilo, devido ao tom de voz ameno. Mas se ele não quisesse que nós escutássemos, foi em vão.
    - Pois é, pois é... – A voz de Joshua se sobressaltou - Leon resolveu vadiar por aí. Por isso que eu sempre digo que, com a quantidade de faltas que ele tem, ele deve passar de ano subornando o diretor.
    Sorri intimamente, enquanto sentia a presença do loiro sentado ao meu lado, mesmo que eu não me interessasse em olha-lo.
    - Eu poderia dizer o mesmo de você, Mason. – Zombei - Eu não sei o que você ainda está fazendo naquela escola, até porque o diretor não é mulher, então você não pode utilizar suas técnicas de persuasão.
    Josh se limitou a chamar a garçonete para nos atender, tentei ignorar suas atenções para nós. Por mais que fosse até cômicos.
    Mason fez seu pedido, e a garçonete dirigiu seus olhos para mim. Sorri de canto e pedi:
    - Por enquanto eu vou querer apenas uma cerveja. – Voltei minha atenção para Nicholas, esperando por seu pedido e assim que ele o fez, segurei a garçonete pelo pulso, impedindo-a de ir embora.
    Pensamentos maliciosos me envolveram, mas sumiram com a mesma velocidade quando o rosto de Kath me veio à mente. Decidi me apressar. Dizendo em tom baixo o suficiente para que apenas a garota pudesse me ouvir.
    -Traz apenas uma Marguerita pro meu amigo aqui – Gesticulei minimamente para Nicholas – Ele não tem costume de vir a esse tipo de lugar. – Pisquei discretamente, soltando a mão da garçonete, mas deixando algumas notas em suas mãos.
    Ela as guardou rapidamente, impedindo que alguém mais percebesse o que havia acontecido ali. Mas eu soube instantaneamente que Mason entendeu o que havia acontecido, apenas pelo olhar que ele me lançou. Olhei para ele rapidamente, tentando deixar claro em meu olhar: Cala a boca.
    thanks,
    Baby Doll ♥

    avatar
    Nicholas J. Kennedy
    Nerds
    Nerds

    Mensagens : 11
    Data de inscrição : 03/01/2013

    Re: Pub The Streets

    Mensagem por Nicholas J. Kennedy em Seg Mar 11, 2013 3:07 pm

    S.O.S
    - Pois é, pois é... Leon resolveu vadiar por aí. Por isso que eu sempre digo que, com a quantidade de faltas que ele tem, ele deve passar de ano subornando o diretor. – Olhei para Joshua de soslaio e descansei meu rosto na mesa. Mas não antes de passar a mão para me certificar de que estava seguramente limpo, é claro. Suspirei alto e refleti sobre o que havia acabado de ouvir... Será que era simples assim subornar, subornar o diretor e passar de ano? Leon devia ser um cara realmente ocupado – ou vagabundo – pra faltar desse jeito.

    - Eu poderia dizer o mesmo de você, Mason. Eu não sei o que você ainda está fazendo naquela escola, até porque o diretor não é mulher, então você não pode utilizar suas técnicas de persuasão. – Arqueei as sobrancelhas com o comentário de Henry.

    Joshua fez um gesto qualquer e não muito tempo depois a garçonete veio nos atender. O jeito que ela nos olhava me fez querer ter vindo mais bem vestido do que eu estava agora, mas fingi-me de indiferente, virando a cabeça pro outro lado, embora meus olhos insistissem em acompanhar a moça.

    - Então tia, eu quero um Hi-fi pra iniciar. – As palavras de Josh me fizeram ficar nervoso. Apesar de não ter a mínima ideia do que fosse “Hi-fi”; a única coisa que me vinha a mente com essa palavra era um programa infantil: Hi-five. E algo me dizia que o pedido de Josh não tinha nada de infantil. - Os outros dois caras aí decidem o que pedir. – Por alguns segundos, desejei que Henry fosse mais consciente que o primeiro; mas parece que eu estava enganado: - Por enquanto eu vou querer apenas uma cerveja. – Soltei o ar, em derrota, então completei: - Um suco de limão, por favor. – Sorri de canto. Quando vi a garçonete virar as costas, voltei a afundar a cara na mesa.

    Fiquei em silêncio até as bebidas chegarem. A minha estava em uma taça estranha, o que me fez rir divertido. – Essa é a primeira vez que eu bebo suco em uma taça... – Comentei com Joshua e Henry, até animado. Cutuquei a rodela de limão com a ponta do dedo, então levei o líquido até a boca. Bebi apenas alguns goles, porque quando senti o gosto daquele suco quase o cuspi na mesma hora. Engoli o líquido, que esquentou minha garganta, a força, e logo olhei para os dois ao meu lado. – Tão azedo. Argh! – Balbuciei inutilmente, colocando a língua pra fora para tentar espantar o gosto. Minha garganta continuava quente. – Acho que vou pedir outra coisa. Não sabia que o suco de limão daqui era tão forte. – Empurrei a taça um pouco para longe de mim.

    JESS ♥ OOPS!
    avatar
    Joshua N. Mason
    Rosewood Sharks
    Rosewood Sharks

    Mensagens : 91
    Data de inscrição : 11/06/2012
    Idade : 22
    Localização : Numa mesa de bar qn

    Re: Pub The Streets

    Mensagem por Joshua N. Mason em Seg Mar 11, 2013 9:38 pm

    You don't know what it's like to be like me
    Não consegui conter minha risada alta quando vi Nicholas cuspindo a Marguerita. Por favor, era ingenuidade ou idiotice? Eu sentia aquele cheiro de longe, desde que era um feto. Por baixo do balcão, eu e Henry fizemos um "toca aqui" com os punhos fechados. Olhei para o nerd com cara de ofendido.

    - Olha, eu não sei de onde você vem, mas por aqui se chama falta de educação sair cuspindo os pedidos. Então, engole esse troço porque é só a entrada. - Revirei os olhos dramaticamente. - E, qual é, é só suco. Quer que eu peça um leite com biscoitos também?

    Automaticamente - sério, foi involuntário - dei um sorriso malicioso ao falar "leite com biscoitos". Henry deve ter entendido também, mas Nicholas não se lembrou que esse era um dos nomes para a posição papai e mamãe e... Bem, é isso. A antiga garçonete chegou com a bandeja e pude ver que ela tinha desabotoado um dos botões de sua blusa, deixando o decote e tudo mais um pouco mais exposto.

    Bom, eu tenho namorada, não é? Respirei fundo enquanto me esticava no banco para pegar a taça. Deixei-a no balcão e a observei. Nossa, era uma coisa linda de se ver. Mas antes que eu pudesse ficar totalmente chapado com aquilo, resolvi que eu deveria conversar como um indivíduo sóbrio antes que eu começasse a falar merda. E antes que Nicholas começasse a falar merda também, o que eu definitivamente pagaria pra ver.

    - Então, Kennedy... Você pretende entrar em alguma modalidade? Não vai querer ser nerd pra sempre, acredite, não vai chamar atenção. - Com essas sábias palavras, tranquei os dedos ao redor do copo frio, trazendo-o para minha boca e dando o primeiro gole. Azedo, gelado, o sabor doce da fruta quase imperceptível. Senti minha cabeça latejar, e a garganta ir esquentando...

    Agora as coisas estavam começando a ficar divertidas.
    THANKS TO JEESS FROM ETVDF

    avatar
    Henry Bennet
    Esportistas
    Esportistas

    Mensagens : 24
    Data de inscrição : 03/09/2012

    Ficha do personagem
    Itens Comprados no Shopping:
    Dinheiro:

    Re: Pub The Streets

    Mensagem por Henry Bennet em Sex Mar 15, 2013 7:57 am

    mal caminho?

    Por alguns segundos um silêncio confortável se instalou, mas logo a garçonete voltou com nossas bebidas, ergui a sobrancelha quando a vi, ela parecia bem menos decente do que eu me lembrava. Decidi ignorar e peguei minha cerveja normalmente, abrindo-a com facilidade e dando o primeiro gole rapidamente.
    O gosto azedo encheu minha boca, e eu o obriguei a descer goela a baixo. Geladinha, pensei.
    – Essa é a primeira vez que eu bebo suco em uma taça... – Nicholas pronunciou, meio deslumbrado.
    Levei a cerveja aos lábios novamente, tentando impedir que meu sorriso malicioso fizesse Nicholas desconfiar de alguma coisa. Fiquei feliz por ter pedido apenas um cerveja, já que eu tenho uma tolerância maior quanto a ela – eu não gostaria de estar bêbado quando as coisas começassem a ficar divertidas.
    Com o canto do olho observei enquanto o garoto provava a bebida, sua reação quase me fez cuspir minha bebida com uma risada.
    – Tão azedo. Argh! – Abafei uma risada, mas notei que Joshua não se deu a esse trabalho.
    Nicholas estava com a língua pra fora, como se ela estivesse infectada ou algo assim. Nessa posição, eu não duvidei que ele fosse começar a lamber o balcão só pra tirar o gosto do álcool de sua boca.
    - Acho que vou pedir outra coisa. Não sabia que o suco de limão daqui era tão forte.
    Olhei feio para o garoto, tentei transparecer censura ao invés de decepção. Qual é cara, não estraga a brincadeira.
    Para minha sorte (e para o azar de Nicholas), Joshua parecia estar de tpm hoje.
    - Olha, eu não sei de onde você vem, mas por aqui se chama falta de educação sair cuspindo os pedidos. Então, engole esse troço porque é só a entrada. E, qual é, é só suco. Quer que eu peça um leite com biscoitos também?
    Uma risada fujona escapou de meus lábios. Me perguntei se Josh havia usado o termo leite com biscoito propositalmente. Meio que inconscientemente meio consciente me virei para a garçonete – ela com certeza não se importaria em trazer um leite com biscoito pra qualquer um de nós.
    Quase que com um timing perfeito, ela se aproximou de nós novamente, trazendo a bebida de Mason.
    - Então, Kennedy... Você pretende entrar em alguma modalidade? Não vai querer ser nerd pra sempre, acredite, não vai chamar atenção. – Joshua disse finalmente, deixando de lado o seu ataque de pelancas de alguns segundos atrás.
    Decidi que já estava quieto há muito tempo, então optei por me pronunciar também.
    - Você costumava jogar futebol na sua antiga cidade? – Foi a melhor coisa que eu consegui bolar.
    thanks,
    Baby Doll ♥

    avatar
    Thomas Leon Wright
    Esportistas
    Esportistas

    Mensagens : 19
    Data de inscrição : 28/08/2012

    Ficha do personagem
    Itens Comprados no Shopping:
    Dinheiro:

    Re: Pub The Streets

    Mensagem por Thomas Leon Wright em Sex Mar 15, 2013 8:45 am

    I wanna be drunk when I wake up
    Desci do carro sem presa, travando-o logo em seguida e rumando eu direção ao bar.
    Eu me sentia satisfeito comigo mesmo; não era todo o dia que eu conseguia me livrar de uma viagem com minha mãe e com a lacraia que eu chamo de irmão e ainda por cima ficar com a casa só pra mim por um fim de semana.
    Eu suspeitava que minha mãe estava bêbada ou algo assim quando permitiu que eu ficasse eu Rosewood enquanto ela e Jullian passavam alguns dias na Filadélfia, mas eu não podia contestar – eu estava no lucro.
    Adentrei ao bar e olhei ao redor, eu sabia que eles iam estar aqui em algum lugar. Eu conhecia meus amigos o suficiente para saber que aqueles vadios viviam no bar – por isso eram meus amigos.
    O primeiro que localizei foi o Mason – já que sua juba projetada era visível há quilômetros -, de costas para mim, virado para o balcão. Procurei por Henry ao seu redor, eu não tinha total certeza da sua presença lá, já que - pelo que eu sabia -, ele e Kath ainda estavam juntos, e o grude dos dois era tão grande que eu tinha certeza que ele trocaria o bar sem contestar pra passar um tempo com ela. Atualmente Henry era a decepção do grupo, só esperava que o Mason não seguisse seu caminho agora que estava na coleira também.
    Encontrei Henry sentado na cadeira ao lado de Joshua e, para minha surpresa, outra pessoa conhecida se postava ao lado de Henry. Reconheci o garoto como um dos estudantes da minha escola, um nerd, diga-se de passagem.
    Me perguntei o que ele estava fazendo com os meninos, acho que Henry e Joshua acharam um brinquedinho novo.
    Me aproximei dos três, meio sorrateiro e disse com sarcasmo:
    - Quer dizer que eu não posso sumir por alguns dias que já sou substituído?
    Me sentei do lado de Joshua, gesticulando para a garçonete se aproximar. Ergui a sobrancelha, meio divertido com o modo que ela agia. Ela era gostosa, mas totalmente confundível com um stipper em alguns momentos. Deixei meus pensamentos de lado e fiz meu pedido:
    - Uma dose de Whisky, por favor.
    Ela assentiu sorridente e saiu meio andando, meio rebolando. Troquei um olhar rapidamente com Mason, como se compartilhássemos de uma piada interna, ele também encarava a garçonete como se ela fosse uma espécie de entretenimento momentâneo.
    Olhei novamente para Henry e Nicholas – acho que seu nome era esse -, e dirigi primeiro a palavra a Henry:
    - Quer dizer que você finalmente saiu debaixo das assas de Kathleen para dar alguma atenção aos seus amigos, bom saber. – Zombei e em seguida voltei o olhar para Nicholas, mas minhas palavras não foram dirigidas pra ele.
    - Por favor, me digam que não estão fazendo bullying com ele. – Repreendi com ironia, encarando Joshua.
    Meu foco se voltou rapidamente para a garçonete de novo, que trazia minha bebida.
    you were so completely torn
    avatar
    Nicholas J. Kennedy
    Nerds
    Nerds

    Mensagens : 11
    Data de inscrição : 03/01/2013

    Re: Pub The Streets

    Mensagem por Nicholas J. Kennedy em Sex Mar 15, 2013 7:41 pm

    S.O.S
    - Olha, eu não sei de onde você vem, mas por aqui se chama falta de educação sair cuspindo os pedidos. Então, engole esse troço porque é só a entrada. – Fiquei surpreso ao notar o quanto Joshua parecia ofendido com o que eu fizera. - E, qual é, é só suco. Quer que eu peça um leite com biscoitos também? – Rolei os olhos de volta para a bebida e levantei as mãos. “Tudo bem, Sr. Sensível...” Quando voltei a olhá-los, eles estavam com expressões estranhas. Soltei um suspiro alto e arrastei o copo para perto de mim. – Engole esse troço porque é só a entrada. – Imitei Joshua em voz baixa, talvez exagerando no tom de voz rouco. Quando senti um perfume feminino entrar pelas minhas narinas, levantei o olhar até a garçonete, e foi impossível não notar que ela abrira um dos botões da blusa. Senti meu rosto corar, mas antes que alguém pudesse ver, afundei minha cara na taça e engoli o máximo que consegui.

    Foi inevitável, afastei o suco quando comecei a tossir. Ainda não entendia como alguém bebia aquilo. Balancei a cabeça e já iria beber de novo quando Joshua falou comigo: - Então, Kennedy... Você pretende entrar em alguma modalidade? Não vai querer ser nerd pra sempre, acredite, não vai chamar atenção. – Limpei a garganta com mais algumas tossidas, um tanto indignado por ele supor que eu queria chamar atenção já que, bom, eu não queria. – Ah, eu não pretendo. Quer dizer, entrar em uma modalidade. E chamar atenção.

    - Você costumava jogar futebol na sua antiga cidade? – Perguntou Henry, e eu sorriso com a lembrança. – Sim. Fui criado na fazenda a minha vida toda, então, como era só a minha mãe, meu pai e eu, na maioria das vezes eu também tinha que trabalhar. Pra quem já laçou cavalos, pessoas não são nada. – Ri comigo mesmo. – Acho que todas as minhas cicatrizes não vieram de graça. Eu era um dos melhores! Mas agora eu não posso jogar. Prometi ao meu velho que me dedicaria aos estudos. Foi a única coisa que pensei quando o vi entrar em depressão por causa da morte do meu avô. – Meu sorriso caiu. Não era legal falar daquilo; as palavras estavam simplesmente saindo, sem permissão. Bebi mais uns goles de suco, e quase automaticamente me senti mais triste, mais leve.

    - Quer dizer que eu não posso sumir por alguns dias que já sou substituído? – Ouvi alguém se pronunciar para nós. Virei a tempo de ver Leon, então supus que ele estava falando de mim. – Não se preocupe, não vou roubar seu posto como terceiro mosqueteiro. – Respondi, dando um sorriso brejeiro, antes de voltar a beber. Dessa vez, finalizei o copo e comemorei em pensamento, dando algumas risadinhas no ar. Tão divertido. - Quer dizer que você finalmente saiu debaixo das assas de Kathleen para dar alguma atenção aos seus amigos, bom saber. – Ri com a piada de Thomas, até perceber que ele me olhava. - Por favor, me digam que não estão fazendo bullying com ele. – Suspirei alto e apoiei o cotovelo na mesa e o rosto nas mãos. Não entendia quase nada que ele estava dizendo. Claro que Joshua não estava sofrendo bullying... Ou estava?

    Enfim, sentia-me animado o suficiente para a próxima rodada. Quando a garçonete trouxe a bebida de Thomas, sorri maliciosamente, o que era raro em mim; mas foi impossível controlar, ela era bonita. – Eu quero mais um copo de suco... Dessa vez, hm... De morango. – Fiz meu pedido e antes dela se afastar, apontei para a blusa dela: - Sua blusa está desabotoada. E, permita-me dizer: Você tem lindos olhos... - Sorri inocente e esperei ela se afastar antes de virar-me para os outros três. – Waa, ela me deixa tão nervoso, ic! – Abanei algo imaginário no meu rosto corado.

    JESS ♥ OOPS!
    avatar
    Joshua N. Mason
    Rosewood Sharks
    Rosewood Sharks

    Mensagens : 91
    Data de inscrição : 11/06/2012
    Idade : 22
    Localização : Numa mesa de bar qn

    Re: Pub The Streets

    Mensagem por Joshua N. Mason em Ter Mar 19, 2013 9:18 pm

    You don't know what it's like to be like me
    Terminei a bebida em mais ou menos três goles longos. Não é tão fácil para mim ficar bêbado, geralmente sou bastante resistente quanto ao álcool. Mas quando o número de doses começa a aumentar, a ressaca no outro dia é uma grande merda. A vodka com suco havia sido apenas o começo. Até então eu tinha certeza de tudo o que falava, o incômodo era o leve latejar da cabeça e umas bolinhas coloridas que apareciam quando eu piscava.

    Virei-me de lado para observar o garoto engolir a bebida goela abaixo e dei uma risada quando ele começou a tossir, não por mal, mas porque ele já parecia bastante alterado. Era sua primeira vez. Vamos dar um desconto.

    – Ah, eu não pretendo. Quer dizer, entrar em uma modalidade. E chamar atenção. - Ele me respondeu. Revirei os olhos e apoiei a cara na mão, tentando parecer interessado quando o garoto contava sua história de vida, dizendo que era bom no futebol sendo que não queria entrar.

    - Cara, você tá simplesmente jogando fora suas habilidades e a chance de treinar junto com as líderes de torcida? Honestamente.- Dei ênfase nas últimas palavras. Além do que, se ele entrasse para os esportes, teria mais alguém para cuidar da Anastacia e meus fins de semana seriam livres. Escorreguei meu dedo indicador pela borda da taça, minha garganta seca e ardida querendo mais.

    - Quer dizer que eu não posso sumir por alguns dias que já sou substituído? - Uma voz sarcástica falou atrás de mim, me virei no banco e olhei para aquela figura com um topete de dois metros e meio e olhar de tédio. Bem, se não era aquele vampiro Edward do Crepúsculo, só podia ser uma pessoa.

    - Leon. - Cumprimentei meu amigo e ele se sentou ao meu lado. Pediu uma dose de whisky para a "nossa garçonete", que pareceu excitada já que agora eram quatro. Eu e Leon nos entreolhamos e dei uma risada com nossa nova piadinha interna. De qualquer forma, ele deu uma espécie de sermão em Henry por ficar se agarrando demais com a Kath (ela é uma linda, mas não meu tipo) e esquecer de que às vezes precisamos dos amigos pra beber ou ir ao stripclub. Ou fazer outras coisas, claro. Leon me deu um olhar de "espero que não siga o exemplo dele". Mostrei-o meu dedo do meio.

    A moça trouxe a whisky de Leon e ela meio que se debruçou no balcão para fazer isso. Estava mostrando seus atributos? Eu não sabia. Mas precisei me conter pra não dar uma risada ao ouvir o que Nicholas disse.

    - Sua blusa está desabotoada. E, permita-me dizer: Você tem lindos olhos...

    Ceeerto, olhos. Pobre garoto, já estava chapado. Pude vê-la corar e segurei sua mão, impedindo-a de ir antes de buscar meu outro pedido.

    - Você já sabe o que trazer. - Dirigi-me com o canto do olho para Nicholas, falando baixo. - E eu quero... Hã, um suco de uva e uma dose de Old Virginia Bourbon. - Gesticulei e ela se foi. Olhei para Leon, falando com ironia. - E então, como foram as férias em família? E como conseguiu voltar? Sabe que futuramente vai ficar me devendo, e como minha mãe disse que eu não deveria estar em casa depois das 5, essa manhã eu fico na sua.
    THANKS TO JEESS FROM ETVDF


    Conteúdo patrocinado

    Re: Pub The Streets

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter Set 26, 2017 12:31 pm